e-learning

Como se tornar um e-tutor

21 Set , 2009  

Pretende tornar-se um e-tutor? Eis algumas sugestões para ser bem sucedido.

online tutor

  • crie múltiplos espaços de trabalho, interacção e socialização: use email, fórum, instant messaging (msn messenger; skype, etc.). Esteja sempre presente para os formandos. Eles terão preferências (uns gostam ou estão mais habituados ao messenger, outros preferem reflectir nos fóruns, outros gostam do e-mail e não se sentem à vontade em fóruns ou tem um horário de trabalho que não permite encontros de chat). O importante é cruzar-se com os seus formandos, chegar a todos eles e manter a comunicação viva e diária, se possível. Isto não inviabiliza a existência de canais de comunicação pré-definidos e com horários estabelecidos. Seja flexível. Essa é uma das vantagens do e-learning.
  • conheça seus formandos: como não podermos interagir face-a-face, há que recolher o máximo de informação sobre eles, para podermos More…

, , ,

desenvolvimento de conteúdos e-learning

#6 – Como passar mensagens rapidamente em e-learning

10 Set , 2009  

Garanta que tanto os formandos que estiveram 5 minutos a explorar os conteúdos como os que tiveram 30 leram a informação crucial.

Ao aplicar a técnica da pirâmide invertida (a informação essencial é a primeira a ser fornecida) garante que os formandos leram o mais importante da mensagem. E porquê aplicar esta técnica nos seus e-conteúdos? More…

, ,

desenvolvimento de conteúdos e-learning

#5 – Quais as imagens mais adequadas para ilustrar o conteúdo?

21 Ago , 2009  

Numa dica anterior referi a importância de se aplicar o princípio multimédia em conteúdos de e-learning, que nos diz que se aprende melhor quando se combinam palavras e imagens do que somente palavras. Mas a escolha das imagens deve ser criteriosa, ou seja, estas não devem ser decorativas, mas ajudar à compreensão do texto.

E quais os tipos de imagens mais adequadas para ilustrar o conteúdo?

Dan Roam, no seu livro “The Back of the Napkin” apresenta uma proposta que nos pode ajudar a escolher as imagens que mais favorecem a compreensão do assunto abordado. Basta seguir a regra <6><6> do pensamento visual More…

, , , ,

desenvolvimento de conteúdos e-learning

#4 – Falar e demonstrar simultaneamente

12 Ago , 2009  

Aprende-se melhor quando animação e narração correspondentes são apresentadas simultaneamente.

Os tutoriais em vídeo a que tenho recorrido para aprender a patinar apresentam algumas características que facilitam a aprendizagem.

No vídeo que partilho neste post reparem como na parte onde detalhadamente explicam os 3 passos necessários para fazer “swizzle”, o aúdio e imagem estão sincronizados. More…

, , ,

recursos

Infográficos: um recurso pedagógico para e-learning

8 Ago , 2009  

Um post do Colaborativo.org sobre infográficos, fala-nos deste recurso que pode facilitar a compreensão de temas mais complexos ou aparentemente desinteressantes e lista as qualidades que estes devem possuir. Sugere-nos ainda um exemplo animado que partilho mais abaixo, que mostra não existe tal coisa como “assuntos complicados de explicar”.

, , ,

eventos

Innovating e-Learning online conference 2009

31 Jul , 2009  

Não perca a oportunidade de participar neste evento online dedicado ao e-learning, e que decorre entre 24 a 27 de Novembro de 2009. A inscrição custa 59€.

“Themes for Innovating e-Learning 2009 reflect the challenges facing further and higher education in the 21st century and explore the increased options offered by technology for meeting those challenges.”

Página do evento: http://www.jisc.ac.uk/whatwedo/programmes/elearningpedagogy/elpconference09.aspx

, , ,

ferramentas

Pode o YouTube ser uma ferramenta de autor?

30 Jul , 2009  

Choose a different ending – você decide se vive ou morre!

“Choose a diffrente ending” é uma sequência de vídeos em que o espectador escolhe o seu percurso (que pode bem ser de aprendizagem) e determina o rumo da história. Isto é feito recorrendo a uma das funcionalidades disponibilizada por o YouTube de que já falei aqui, e que permite adicionar anotações a vídeos. Este projecto revela um interessante uso do YouTube para e-learning e, neste caso concreto,  em formação comportamental.

, , , ,

e-learning

Tutor versus Professor

27 Jul , 2009  

Quais as diferenças entre as funções do professor e do tutor?

O e-learning difere do ensino presencial, exigindo que o professor se torne num tutor. Seguidamente, sistematizam-se algumas diferenças entre estes papéis.

As Funções do Professor e do Tutor
Educação presencial Educação a distância
Conduzida pelo professor Acompanhada pelo tutor
Processo centrado no professor Processo centrado no aluno
Atendimento, pelo professor, nos rígidos horários de orientação e sala de aula Atendimento pelo tutor, com flexíveis horários,
lugares distintos e meios diversos
Elaboração, controle e correção das avaliações pelo professor Avaliação de acordo com parâmetros definidos em comum acordo, pelo tutor e pelo aluno
Contato face a face entre professor e aluno Múltiplas formas de contato, incluída a ocasional face a face
Ritmo ditado pelo professor Ritmo determinado pelo aluno dentro de seus próprios parâmetros

Leia mais sobre o papel do tutor na educação a distância em O PAPEL DA TUTORIA EM AMBIENTES DE EAD (PDF), de Liliana Dias Machado e Elian de Castro Machado

, ,

desenvolvimento de conteúdos e-learning

#3 – Usar texto e imagens

21 Jul , 2009  

Aprende-se melhor quando se combinam palavras e imagens do que somente palavras.

aqui sublinhei que combinar texto e imagem favorece a aprendizagem (e por imagens entenda-se também vídeos e animações).  É isso que enuncia o princípio multimédia (Mayer, 2001),  segundo o qual se aprende melhor quando se combinam palavras e imagens do que somente palavras. É que para além de nos lembrarmos de 10% do que lemos por comparação com os 50% do que vemos e ouvimos, a percentagem de informação retida aumenta significativamente quando o processo de transmissão da informação conjuga simultaneamente o oral e visual do que somente visual (após 3 dias passa de 20% para 65% passado 3 dias).

Conclusão: os conteúdos devem estimular mais do que um sentido, para que os formandos se envolvam mais activamente e obtenham melhores resultados de aprendizagem.

Para saber mais sobre o princípio multimédia:

, , ,

recursos

Mi vida loca –um exemplo de curso de e-learning a seguir

18 Jul , 2009  

mi_vida_loca

Vale a pena ver o Mi vida loca, um curso multimédia de Espanhol lançado pela BBC e disponível gratuitamente, pois apresenta as algumas das características de um curso de e-learning bem conseguido More…

, , , ,